sexta-feira, 27 de maio de 2011

síndrome de Wernicke-Korsakoff

Neurologia: A síndrome de Wernicke-Korsakoff

A síndrome de Wernicke-Korsakoff também chamado encefalopatia alcoólica é uma manifestação da deficiência de tiamina (vitamina B1).






Nome e Confusões
A síndrome de Wernicke-Korsakoff é o debominacion de 2 a síndrome de entidades (ou psicose) de Korsakoff ea encefalopatia de Wernicke.
Os sintomas da psicose de Korsakoff
1. Amnésia anterógrada.
2. Amnésia retrógrada.
3. A confabulação (falsas percepções)
4. Alucinações
Os sintomas da encefalopatia de Wernicke
1. Confusão.
2. Nistagmo.
3. Oftalmoplegia.
4. Anisocoria.
5. Ataxia.

Causas da síndrome de Wernicke-Korsakoff

Resultados de deficiência de tiamina. É do conhecimento geral que a encefalopatia de Wernicke é a deficiência de tiamina agudo, enquanto a psicose de Korsakoff é uma seqüela neurológica crônica após a encefalopatia de Wernicke.
A forma metabolicamente ativa da tiamina é a tiamina difosfato desempenha um importante papel como co-fator ou coenzima na metabolismo de glicose.
A enzimas difosfato de tiamina dependentes são associadas ao ciclo de Krebs.
Como observado anteriormente, a síndrome de Wernicke-Korsakoff é geralmente encontrada em alcoólatras crônicos desnutridos (exceto em países muito pobres), no qual as dietas consistem principalmente de arroz que é deficiente em tiamina, dando como doença de sistema nervoso chamada Beribéri.
Tratamento da síndrome de Wernicke-Korsakoff

Tratamento da síndrome de Wernicke-Korsakoff é cortada a deficiência de tiamina, dando tiamina adicional, que geralmente começa com uma dose inicial por via intravenosa ou intramuscular, seguidos de doses adicionais por via oral.
Isso difere de acordo com a causa, mas deve tratar o alcoolismo, além da síndrome de Wernicke-Korsakoff.

0 comentários